terça-feira, 22 de março de 2011

- Só me promete uma coisa?
- Não sendo minha castidade...
- Bobóca! Nem em despedidas você fala sério?
- Não.
- Hm... - Ela olhava para chão, segurando as lágrimas que teimavam em cair.
Ao fundo, o sol ia adormecendo e deixando aquele clima de nostalgia no ar. Os beijos e abraços, as promessas e carícias, as brigas e decepções e tudo mais que se revirava na mente deles naquele momento.
Ele deu um beijo na testa dela, abraçou-a bem forte e sussurou em seu ouvido.
- Eu prometo.
- O que?
- O que você quiser. - Dessa vez, ela que o abraçou. Sabia que seria um dos ultimos e queria guardar para sempre aquele momento nas suas lembranças, em que os dois estavam na mesma sintonia, no mesmo passo.
Seus olhares se encontraram e apesar de tudo, seu coração estava leve, calmo.

Um último beijo antes do adeus e era hoje de vê-lo partir.

11 comentários:

Naty Santos disse...

A despedida dói porque sabemos como é grande a dor de sentir saudades...

Gabriela Freitas disse...

Dizer adeus é yão difícil, nãodá para se 'desapegar' de uma pessoa, nem que ela passe mil anos fora.

Dave disse...

"É cedo ou tarde demais, pra dizer adeus, pra dizer; jamais..."

Ni disse...

Ai que lindo. Fui linkando, linkando e acabei aqui. Adorei seu blog. Estou seguindo!

Luana Farias disse...

Despedidas, acho que essa é a unica coisa que está acontecendo na minha vida ultimamente. Mas de certa forma é muito bom, principalmente quando podemos pedir algo pra deixar pra sempre conosco.
Você entendeu certinho o meu texto, adeus definitivo e se tiver um "outra vez" vai ser só um "oi". A vida quis assim.
Beijos querida e obrigada *-*

Dave disse...

Oi Júlia,

Em resposta ao seu comentário, meu e-mail está disponível lá na página de contato do Blog. Pode me enviar que te respondo.

Beijo!

Long Haired Lady disse...

tem despedidas que são gostosas...

Paulinha disse...

texto maravilhoso! Parabéns! adoreeei tudo aqui. Beeijos estou seguindo já.


paulabernardino.blogspot.com

Kafé Universitário disse...

Oi Jú! Bom dia!

Simplesmente amo seus post's. São profundos, simples, significativos, breves e nem por isso perdem o poder de tocar o coração!

A despedida é sempre triste e sofrivel, mais nem por isso o fim. Mais sou a farvor de sempre se ter uma despedida digna, seja em qual momento for.

Quero também agradecer do o carinho e as suas visitas. Agradeço por esta do meu lado isso é realmente importante e mais que isso conte sempre comigo também.

Sempre, sempre por aqui.

Beijos carinhosos

Patrícia

Mariana Khalil disse...

Coincidência ou não estamos em épocas de despedidas.

O blog é super meigo.
Beijos.

Dil Santos disse...

Júlia, tu tá bem?
Menina, triste heim? Esses momentos ficam marcados feito tatuagem em nossas memórias.
Ai menina, que bom, jamais devemos ficar parados no tempo, esperando que caiam do céu, em nossos colos.
Menina, desculpa a demora, mas esses dias tá uma correria, estou preparando o niver da minha avó q será semana que vem, aí imagina, rsrs
Bjo menina