sábado, 23 de abril de 2011


Caminhos - Parte III
Um mês. Ela estava a um mês vindo ao mesmo local que tanto lhe fez mal, encontrar alguém que a fazia se sentir viva de novo. Passavam horas conversando, rindo de coisas toscas e observando os pássaros.
- Anne, porque você aceitou conversar comigo aquele primeiro dia?
- Você me trouxe boas vibrações...
- Nada mais?
- Ninguém nunca se importou de perguntar o porquê de eu estar chorando, somente você.
- Você já se recuperou?
- Do que?
- Dele.
- Sim... E foi você que me curou.
- E eu ganho algo com isso?
- Minha gratidão eterna???
- E se eu não quiser a gratidão?
- Eu não sei o que lhe oferecer em troca...
- Eu sei... – Ela estava nervosa, olhava para baixo e mexia nas mãos. Aquele frio na barriga que não sentia há tempos, as bochechas coradas e o medo. Ele sempre a acompanhava.
- O que?
- Você. – Ele levantou o rosto da garota, olhou em seus olhos e eles brilhavam. Ele também estava nervoso, mas queria isso. Aos poucos, ele foi chegando cada vez mais perto, misturando as respirações, aumentando a vontade e logo juntou seus lábios aos dela.

O primeiro beijo. Doce, calmo, como deveria ser.



P.S: Algumas pessoas vieram no msn me perguntar de onde estava surgindo tudo isso, então decidi vim explicar. A história é baseada em um livro antigo que li, que falava do amor que nascia aos poucos, que era conquistado pelo sorriso, pelo carinho... Dai sei lá, surgiu. =)
Ah outra coisa que queria pedir... Quanto aos comentários, ando recebendo alguns anônimos e gostaria muito que essas pessoas se identificassem, para que eu pudesse agradecer corretamente pela visita e o elogio. Acho que é isso, parte final já está no forno. Obrigada a todos.

15 comentários:

Guilherme disse...

"E eu ganho algo com isso?"

:O que interesseiro


guiga

Anônimo disse...

Coloco como anônimo porque não tenho conta! Meu nome é Marcos, e novamente, parabéns pelas lindas histórias! Você parece ser uma pessoa maravilhosa, e muito linda!

Beijo, e é sempre um prazer visitar seu blog

Júlia disse...

Oi Marcos =)
Então, para não colocar como anonimo, clica na opção nome / url, que dai você pode colocar só o nome =)

É mais facil para eu poder te identificar em meio há tantos anonimos ;x

Obrigada novamente pela visita e pelo elogio. Volte sempre que quiser ;)

Gabriela Freitas disse...

Que lindo Jú.
Que historia maravilhosa.
"E eu ganho algo com isso?"
interesseiro nada, esperto! rs

Júlia disse...

Concordo Gabi! Bem esperto ^^
Que bom que você está gostando =)

Luana Gabriela disse...

Ju, obrigada pelo carinho no blog!!
E claro que você pode copiar o texto aqui! Uma honra pra mim! Bjos e boa páscoa!!

Bjos

Long Haired Lady disse...

eu preciso tanto acreditar em amor que surge aos poucos...

Guilherme Heinzelmann Benta disse...

Lol. O cara se aproveitou totalmente do estado frágil em que a garota se encontrava. E outra, se ele pode estar TODOS os dias no mesmo horário significa que ele não fazia nada de tarde(ou)manhã. tsc tsc tsc :P

URBAN.GO disse...

Olá!
Vim conhecer e gostei.
Prometo voltar com mais tempo.
Partilhamos o gosto em "tns de azul".
Bjs, fica bem.

disse...

Júlia, recomeçando em grande estilo e super ultra mega hiper master inspirada! AMEI! Até vou te colocar lá nos meus indicados! Go on, escreves super bem! Beijos!

Kafé Universitário disse...

Uau... Está ficando bom... Saiu da deprê e superou e nada melhor e um bom companheiro para isso...

Espero que este não seja mais um canalha na vida dela... Aff acho que ando muito desiludida...

Ando precisando deste beijo doce e calmo...

Bjs e estou louca para ver o final...

Sempre por aqui

Patrícia

Luana Farias disse...

Hm, também quero trocar ele por mim mesma, ia me fazer um bem danado.
Linda historia, me lembra que tem um certo banco na minha vida também e me dá esperança de que me apareça um amor novinho em folha assim KK
Beijos querida.

JB disse...

Este momento que aqui descreve com uma linguagem doce e envolvente é realmente mágico... o primeiro beijo que sempre fica marcado de alguma forma e o qual desejamos que se repita sempre com essa intensidade e principalmente com esse sentir ...

Continuarei a ler, pois as suas palavras revelam muita sensibilidade e despertam ternos momentos ...

Beijinho

Kafé Universitário disse...

Oiiiiiiiiiiiiii Ju, agradeço a visita no meu blog!
Adorei vc e seu dom de escrita, um dia ainda escrevo tão talentosamente assim!

Sobre minha postagem vc ficou com algumas dúvidas que até eu mesmo tenho rsrsrsrs

A verdade é que eu, gostaria muito de ser normal perante a sociedade, desejar apenas mulheres, ter uma família e seguir feliz minha vida, porém sinto uma atração muito forte por homens e por mais que eu lute contra ou fuja ou me esconde ela existe!

Não sei se é possivel controlar este desejo, mas é o que eu gostaria de fazer... Mas ainda não sou forte!

Obrigado pelo carinho

abços Luka

@febrandao disse...

Bela inspiração, moça! Encantador tudo por aqui.

Venho retribuir a visita e sei que vou voltar. Agradeço, bastante feliz, o seu comentário em um dos meus textos... Bom saber que você gostou. Volta sempre que sentir vontade

Beijos